Taiti. Uau! Sem palavras…


Não tenho nem palavras para descrever tanta beleza. Fim do post.

Estou brincando… Eu vou falar muito sobre o Taiti sim. Afinal, não posso deixar vocês perderem essa viagem até aqui. Mas antes, um importante esclarecimento. Não, eu não fui ao Taiti de lua de mel (pausa para um momento de estupefação do leitor…). Eu fui com uma prima. Mas isso é história para outro blog, vamos focar no que interessa agora. Vejamos o lado positivo de eu não ter ido ao Taiti numa viagem romântica: isso vai ajudar com que eu fale sobre o paraíso na Terra com bastante pé no chão, bem mais realista do que as descrições usuais, meladas de água com açúcar que têm muito por aí.

img2

img72 (1)

alline 2006 (2).JPG

O Taiti é uma das ilhas da Polinésia Francesa, um país arquipélago, cujo território é dependente da França. A Polinésia Francesa fica no Oceano Pacífico Sul, literalmente no meio do nada, rodeado de nada por todos os lados. Dista 6000 quilômetros do continente da Oceania e mais uns 5000 quilômetros das Américas. Eu embarquei para Tahiti-Nui saindo de Los Angeles, num voo que demora mais de 10 horas, e é feito na sua íntegra, completamente sobrevoando o mar. Não vou negar que senti uma sensação muito grande de isolamento excessivo.

61

O Taiti real é um pouco diferente daquilo que as revistas e os hotéis de luxo costumam mostrar (eu particularmente achei ainda melhor). Tem cidades normais, casas normais, com muita gente normal morando lá. Descemos do avião na capital da Polinésia Francesa, uma cidade que se chama Papeete.

Eu adorei Papeete. É uma cidade praiana, insular, bastante tropical. Suas casas são em geral uma mistura de estilo asiático com oceânico, feitas de madeira, abertas, sem muitas paredes, erguidas sobre palafitas, em uma harmonia total com a natureza. O povo taitiano é simples, bastante animado, extremamente receptivo para com os turistas e tem a pele da cor de jamelão. Nunca vi mais bonito. Aliás, ninguém melhor do que Paul Gauguin (pasmem!), que morou na Polinésia por muitos anos, para descrever tão perfeitamente o povo e o estilo daquele país. Quem sou eu para competir…

Nessa minha viagem, apesar de ter ido conhecer vários resorts famosos, como Softel, Sheraton, etc, não fiquei hospedada em nenhum bangalô sensual de luxo com rede de balanço na varanda, perfeito para namorar vendo peixinhos coloridos nadando em baixo. Não. Ficamos hospedadas na casa de conhecidos, uns amigos da minha prima que moram lá.

2

Papeete é uma cidade de tamanho médio, sem muito luxo, mas altamente aconchegante e tropical. Tem várias praias urbanas maravilhosas e tem um centro bem movimentado muito gostoso de passear. Seu comércio tem produtos bastante peculiares, sendo sua especialidade as pérolas negras, tão divinas quanto todo o território a sua volta.

Visitar o centro de Papeete é comer muito bem, é rodar pelas ruas de sol quente e brisa úmida, passear pelas galerias de artesanato regional, se encher de artigos do estilo de Gauguin e não resistir à tentação de comprar pérolas negras preciosíssimas a preço de boas bijuterias.

2011-world-trip-tahiti-069

Não passamos muito tempo em Papeete. Logo no segundo dia fomos para o nosso verdadeiro destino na Polinésia Francesa que era a ilha de Moorea, bem pertinho de Papeete, a uns 20 minutos de balsa.

Mo’orea-Mai’ao já tem um pouco mais do estilo paraíso romântico que se vê comercializado pela mídia, mas ainda está longe de ser aquela ilha deserta com um coqueiro no meio. Moorea tem sua vila urbana, com casas fofíssimas, estilo japonês (onde se deixa os sapatos do lado de fora), super naturebas, muito floridas, com criação de galinhas e tudo mais no quintal. Os resorts de luxo ficam espalhados ao redor da ilha onde o acesso é feito pela única avenida de asfalto que margeia toda a orla.

82

24

Andar de bicicleta por Moorea é entrar em alfa, embarcar num sonho de amor. A mata tropical é extasiante, o visual é de outro mundo. A cor do mar da Polinésia é tão clara que não se pode existir igual. Deixa até o paradisíaco Caribe no chinelo. Eu não conseguia acreditar…

Mas voltando aqui para a descrição do post, existe uma quantidade absurda de atividades a se fazer por ali. Estando de lua de mel então, a coisa só aumenta de tamanho. Uma atividade que ninguém vai deixar de fazer é snorkel. Praticamente não precisa de equipamento nenhum, a fauna marinha é abusiva. Todo hotel tem sua praia particular, mas as principais ilhas do arquipélago também sempre têm pelo menos uma praia pública para nadar, mergulhar, andar de canoa (esporte típico do taitiano) ou sair de barco para explorar as encostas. Dá tranquilamente para passar dias e dias só fazendo snorkel, até criar brânquias. Mas não se preocupe que quando você resolver sair de dentro daquela água que mais parece ar, ainda vai ter muito mais coisas para fazer do lado de fora.

9

11

41

Um dia pegamos um barco e fizemos um passeio turístico muito comum em Moorea que é visitar a piscina natural. É tipo um cercado de alambrado que eles montaram no meio do mar, em uma ilhota incrível bem pertinho da costa. Dentro do cercado você vai ver e encostar em tubarão, tartaruga marinha, arraias enormes e um monte de outras criaturas que eu nem sei o nome. Eu morro de medo de peixe, mas até que deu para encarar tranquilo. Para quem gosta dessas coisas deve ser fantástico…

13

12

10

Lá na ilhota, tiramos uma quantidade infinita de fotos, aproveitando para fazer um monte de poses de top model, nos sentindo selvagens, lindas e importantes. Pôxa gente, o cenário era perfeito para isso, vai! Também fizemos um piquenique de quitutes da região com carneiro, grãos integrais e muita, muita fruta tropical. A banana e o abacaxi são os mais doces do mundo. Mas agora vou ter que abrir um espaço muito especial para o coco. O quê era aquilo?? Muito diferente! A água era a mesma coisa que tomar mel, era muito doce. E a carne, eu nunca imaginei… era uma esponja aerada, que se derrete toda quando você bota na boca. Tipo suspiro, só que dá em árvore… Esse gostinho ficou marcado na minha memória para sempre.

16

17

A noite nas ilhas da Polinésia também são ANIMADÍSSIMAS! Bares, restaurantes, vários hotéis oferecem shows artísticos tradicionais com direito a muito fogo, coroas de flores, hula e pareôs de palha. E depois, boate até de manha. Se bobear você ainda estica para mais uma festa matinal na casa dos nativos que são sempre extremamente receptivos.

tahiti_tikivillage_001p
Depois de dias em Moorea, fazendo hiking, canoagem, snorkel, andando de bicicleta, tomando sorvete na praça da vila e fazendo mais snorkel, eu decidi comprar uma passagem e pegar um aviãozinho até Bora Bora.

Isso mesmo! Bora Bora. Não é incrível?!?! Quando que eu podia imaginar…

O passeio foi inacreditável. Bora Bora é sim tudo aquilo se vê nas fotos e muito mais espetacular ainda. Lá de cima do avião já se perde o fôlego. Aquele quadradão branco com azul e verde, formando uma paleta perfeita.

bora_bora-e-5535

Lá em baixo, a natureza e tão babilônica quanto nas outras ilhas da Polinésia, mas Bora Bora tem uma característica ainda mais especial. Ela é simplesmente muito rica.

Gente, aquilo ali é um luxo! Como a natureza pode ficar tão glamourosa daquele jeito? As lojas, os restaurantes, os hotéis, os barcos, os nativos… Muito alto o padrão. A paisagem parece também que dá uma caprichada ainda maior. Parece que a água, a areia e o formato da ilha quadrada são ainda mais paradisíacos. E eu que achava até então que isso não era possível.

E ainda abro um parênteses aqui para a beleza dos taitianos nativos. Não vou nem economizar elogios, o homem taitiano é com certeza o mais bonito do mundo na minha opinião. Pode ir lá conferir.

15

Desculpa, mas eu não vou saber explicar tudo o que eu senti naquele lugar. Infelizmente vou ter que escrever aquela frase que nenhum leitor merece ler: “Bora Bora, só indo até lá para saber…”. Gauguin que diga tudo por mim…

gauguin_-_rue_de_tahiti

Eu vou deixar para o final do post a característica, de todas, mais impressionante e marcante do Taiti… Suas flores.

De beleza reconhecida mundialmente, você não vai sair de lá impune, sem fotografar pelo menos um cartão de memória inteirinho só de flores. É muito escandalisante.

Os hibiscos são de todas as cores que você possa imaginar. Tudo natural. Como enfeites de festa, dados de brinde e espalhados por um país inteiro. Não tem como não celebrar isso todos os dias. Eu costumo pedir pros meus namorados não me mandarem flores, mas sim me mostrarem jardins. Faz muita diferença.

21

23

A tiaré, do gênero das gardênias (primeira foto abaixo) é o símbolo da nação franco-polinésia e também uma das flores mais bonitas e cheirosas (segunda foto abaixo, pluméria branca).

Tiaré_tahiti

20

Para o taitiano, colocar uma flor no cabelo é muito mais do que só fazer um charme (aliás, e que charme). Para eles, a tiaré no cabelo toda manhã é sinal de patriotismo, é comemorar o orgulho de ter nascido no paraíso sobre a Terra.

Sem palavras…

19

Anúncios
Esse post foi publicado em . Taiti, Ásia & Oceania e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Taiti. Uau! Sem palavras…

  1. silvia disse:

    Achei uma graça tu dizeres que foi com uma prima e por isso não iria fazer um post deslumbrado de lua de mel… Não adiantou nada, ele está muito melado… mas como não ser?

    Curtir

  2. João Paulo Amorim disse:

    Bora ….Bora…
    Papeete…
    Sonho que vou realizar….
    Taitianas….Whohoooooo.

    Curtir

  3. Rafael disse:

    Olá Alline. Eu gostaria de tirar umas dúvidas sobre morar na Polinésia Francesa. Você conhece brasileiros que moram lá? Teria como eu entrar em contato com eles? Obrigado.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s